A Perspectiva do Valor e O Valor das Perspectivas

Pereira da Silva Neto, João

A presente tese tem por objetivo uma investigação das concepções nietzschianas acerca da verdade e do conhecimento, tomando como eixos de investigação o problema dos valores e a relação entre a perspectiva e a vida no pensamento nietzschiano. Esta investigação, que partindo dos textos de juventude nietzschianos chega até seus últimos escritos póstumos, acompanha o entrelaçamento das conclusões nietzschianas acerca da concepção tradicional de verdade e o niilismo. Nesta leitura, o conhecimento aparece como uma forma de atividade humana que passa por uma reavaliação, a partir das conclusões nietzschianas acerca da necessidade de se superar o niilismo. Para Nietzsche, a concepção de conhecimento tradicional estaria fundada em valores que são produzidos a partir da necessidade de conservação da espécie humana, entendidos pelo filósofo, como ineficientes para sobrepujar o processo de desvalorização dos valores. Assim, a menos que a ciência e a filosofia se libertassem das amarras de uma concepção de verdade e conhecimento que culminaria na imobilização da vontade, todo procedimento filosófico e científico estaria fadado a uma corrupção inevitável de seus fundamentos e valor. O perspectivismo é entendido aqui, como a característica fundamental de uma forma de se fazer filosofia que, afastando-se do dogmatismo da filosofia tradicional e da ciência, aproxima-se de uma forma de arte. Desta maneira, o perspectivismo nietzschiano teria na criação dos valores seu objeto fundamental. Assim, com base na pressuposição de uma futura filosofia dos valores, que tem seus fundamentos na compreensão da perspectiva como atitude comprometida com valores de fortalecimento da vida, o filósofo procura contrapor-se à hegemonia da concepção tradicional de conhecimento, que tem seus fundamentos em valores de decadência.

The aim of this thesis is to investigate Nietzsche’s conceptions about truth and knowledge, taking the problem of values and the relation between perspective and life in Nietzsche’s thinking as a research start point. This research, starting from the Nietzschean texts of youth, reaches its last posthumous writings, accompanying the interweaving of Nietzsche’s conclusions about the traditional conception of truth and nihilism. In this reading, knowledge appears as a form of human activity that undergoes a reappraisal, based on the Nietzschean conclusions about the need to overcome nihilism. For Nietzsche, the conception of traditional knowledge would be based on values that are produced from the need of conservation of the human species, that are understood by the philosopher as inefficient to overcome the value devaluation process. Thus, unless science and philosophy were freed from the bonds of a conception of truth and knowledge that would culminate in the immobilization of the will, every philosophical and scientific procedure would be doomed to an unavoidable corruption of its foundations and value. Thus, Perspectivism is understood here as the fundamental characteristic of a way of making philosophy which, moving away from the dogmatism of traditional philosophy and science, approaches itself of an art form. In this way, the Nietzschean perspectivism would have in the creation of values its fundamental object. It is based on the presupposition of a future philosophy of values, which has its foundations in the understanding of perspective as an attitude committed to life-strengthening values, that the philosopher seeks to opposite itself to the hegemony of the traditional conception of knowledge, which according to him has its foundations in values of decadence.

Vorschau

Zitieren

Zitierform:

Pereira da Silva Neto, João: A Perspectiva do Valor e O Valor das Perspectivas. Hagen 2020. FernUniversität in Hagen.

Zugriffsstatistik

Gesamt:
Volltextzugriffe:
Metadatenansicht:
12 Monate:
Volltextzugriffe:
Metadatenansicht:

Grafik öffnen

Rechte

Nutzung und Vervielfältigung:
Alle Rechte vorbehalten

Export

powered by MyCoRe